"Dicas, Truques, Reviews e afins"
Cosmética, Beleza, Moda, Saúde
por Thetys

sábado, 25 de fevereiro de 2012

Ultrapassar o medo do dentista


Medo, pânico, terror, receio... penso que todas estas palavras são indicadas para descrever o meu sentimento pela simples ideia de ir tratar do meu molar (castanho-chocolate e esburacado...) :$

Resolvi publicar a minha história porque acredito que vá ajudar algumas pessoas (se ajudar uma já é bom!) a ultrapassar este medo e a dar o passo em frente para uma saúde melhor!

Então tudo começa na infância, o meu molar ganhou uma carie e a minha mãe levou-me ao dentista (médico da caixa) para chumbar, da primeira vez não deixei tratar (empurrei Dr. com os pés e mãe com as mãos, pimba aqui ninguém toca! :X ) da segunda vez trocaram-me as voltas, foi a minha ama comigo... E como o respeitinho é bom e ela gosta... Lá tive que deixar! Mas custou-me... Anestesia? Han? Para quê? O que é isso?? "Escancara a boca!" dizia o Dr. e eu, como não conhecia a palavra, fartei-me de fechar a boca, o que o enervou muito!!! La meteu o chumbo!!! Eu sempre a empurrar a broca com a língua... Foi uma luta, mas lá ficou o buraco tapado.
Passado pouco tempo (tinha eu 10 anos +-) a comer uma pastilha elástica o chumbo saltou do buraco... A minha mãe quis levar-me novamente mas eu desatei a chorar e nunca cheguei a ir tratar o dente outra vez...


sem anestesia ficou mais barato para a caixa!


Ao longo dos anos (tenho neste momento 27) muita gente me foi dizendo, que não custa nada ir ao dentista... Foram-me reforçando os problemas que podiam advir dali... Que um dia podia ter umas dores tão horríveis que tinha que ir a correr ao dentista e que ia ser pior... Que por aquele dente estar podre, outros poderiam apodrecer... Que me podia gerar um abcesso, uma doença....!!! Nada do que me diziam me faziam querer ir ao dentista, e só de tocar no assunto começava a transpirar...

Há 3 anos duas amigas minhas foram ao dentista, falaram-me num seguro barato e que compensava... Uma colocou aparelho e ficou LINDA! A outra tinha um dente doente que também ficou bom... E diziam que não se sentia nada por causa da anestesia... Lá comecei a pensar... Que um dia ia ter mesmo que ir... E criei o seguro, marquei a consulta, respirei fundo e pensei: "Eu agora já sou uma senhora!Agora vou conseguir!" - mentira, cheguei lá e não fui capaz... Nem me tocou a Dra. As lágrimas caiam-me e eu pedi desculpa por fazê-la perder tempo, e vim embora! Fiquei tão frustrada nesse dia... :(




Entretanto, o meu namorado, que também anda a tratar alguns dentes, levou-me com ele para ver, achei aquilo surreal, nada a ver com o que eu fantasiava (e me tinha acontecido em miúda) a facilidade com que a Dra. lhe tratou aquele dente... a rapidez... o à vontade dele... Até parecia que estavam simplesmente a fazer unhas de gel! lol
Nesse momento ganhei um pouco de coragem... Mas ainda assim demorei um ano a finalmente dar este passo, e tudo aconteceu há 3 dias:
Marquei novamente consulta, para um médico que várias pessoas (por acaso) já me tinham falado bem dele, da sua meiguice e paciência. Então, expliquei que aquela carie já devia ter quase 20 anos, e pedi-lhe com ar de criança de 3 anos: "Dr. não me faça doer..." :$ Ele foi muito meigo e respondeu carinhosamente que não o faria...
O processo é tão simples que agora dá-me vontade de rir... Vou explicar por alto: começa por colocar um spray que automaticamente adormece parcialmente aquela zona, de seguida aplica a anestesia e explica que o vai fazer devagarinho para eu não sentir nada, deixem-me explicar que as agulhas não me assustam, e mesmo que sentisse a picada não me faria confusão, mas a realidade é que nem a picada senti!
O que se passou a seguir eu sei, como vocês sabem, retirou a parte podre do dente com uma broca... mas eu não senti rigorosamente NADA! No fim: já está?! Ri-me e abracei o Dr. porque foi ele que acabou com os fantasmas na minha cabeça e com a cárie do meu dente! E ainda o deixou tapado com a "massa" branca para ele ficar lindinho :)



Finalmente consegui ultrapassar o meu medo do dentista! O importante é mentalizar-nos que tem mesmo que ser, e que se as outras pessoas dizem que não se sente nada porque é que haviam de estar a mentir...? As coisas mudaram, toda a gente diz isto também, mas é porque é a verdade!

Agradeço a todas as pessoas amigas e ao meu querido namorado, por me terem ajudado a dar este passo, e agora, podem crer que, vou estar lá sempre na cadeirinha confortável, e não assustadora, para continuar a manter a saúde dos meus dentinhos! Para chegar a velhinha sem placa hihihi :)

Para a semana vou fazer uma destartarização, depois conto como foi! :)

7 comentários:

Tethys disse...

Já fiz a destartarização! Não custou rigorosamente nada! E eu já tinha algum tártaro acumulado uma vez que nunca tinha feito a limpeza no dentista... Demorou 10m e não tenho muito a dizer... Não senti praticamente nada... Eu que até considero que tenho sensibilidade dentária! Recomendo a irem sem medos ;)

Relatos de uma Dieta... disse...

Olá, estou retornando sua visita e adorando seu blog!!!
referente as estrias, eu estou usando a pomada vitanol A.
Passa durante a noite e qdo amanhecer, lavar com agua e sabonete e passar pomada bepantol.
Estou te seguindo.

bjos
Lu

Tethys disse...

Oi Lu! Obrigada pelas dicas! ;)
Bjos

* CáaH Duarte disse...

Passando pra pedir um espacinho pra espalhar uma ótima dica de como rentabilizar o blog...

http://cahbeleira.blogspot.com.br/2012/04/como-eu-lucro-na-internet-sistema-2.html

Espero que seja tão útil quanto é pra mim! Obrigada! Beijos

Relatos de uma Dieta... disse...

olá,
cade vc? mande notícias"
como esta com o frequencimetro?
bjos

Júlia Albuquerque Vieira disse...

Bom dia de domingo,
Entrei em seu blogue por ler seu comentário sobre o bepanthene e resolvi dar mais uma voltinha então encontrei este texto. Também já passei por esse medo mas agora está ultrapassado. Mas chamou-me a atenção a sua referência ao seguro, que isto de arranjar dentes está "pela hora da morte" será que me fazia o favor qual seguro adoptou? Ficava-lhe muito grata. Agradecia se possível me mandasse para o meu e-mail: julia.vieira@sapo.pt . Muito grata pela atenção que me dispensar.
Tudo de bom para si e seu blogue
Júlia/Lisboa

clinicadomarques disse...

Bem como se costuma dizer só depois de experimentar é que sabemos se gostamos ou não. Quando encontramos uma clínica dentária com profissionais especializados que nos fazem sentir seguros, então aí tudo corre às mil maravilhas.

Enviar um comentário